Home » Salmos » A beleza da natureza testificam as obras das mãos do Criador

A beleza da natureza testificam as obras das mãos do Criador

A beleza da natureza testificam as obras das mãos do CriadorA beleza da natureza testificam as obras das mãos do Criador. Ele trouxe à existência o mundo, juntamente com tudo que nele contém. Deus ama o belo; e, no mundo que Ele nos aparelhou, não somente nos deu tudo que é necessário para nosso conforto, como também encheu de beleza os céus e a Terra.

“Em ti esperam os olhos de todos, e tu, a seu tempo, lhes dás o alimento. Abres a mão e satisfazes de benevolência a todo vivente. Justo é o Senhor em todos os seus caminhos, benigno em todas as suas obras”. Salmos 145.15-17

Contemplai as belas e maravilhosas obras da natureza. Considerai a sua admirável adaptação às necessidades e à felicidade, não só do homem, mas de todas as criaturas viventes. O sol e a chuva, que alegram e refrigeram a terra; as colinas, e mares e planícies – tudo nos fala do amor de quem tudo criou.

“Que variedade, Senhor, nas tuas obras! Todas com sabedoria as fizeste; cheia está a terra das tuas riquezas. Eis o mar vasto, imenso, no qual se movem seres sem conta, animais pequenos e grandes”. Salmos 104.24,25

“Pois me alegraste, Senhor, com os teus feitos; exultarei nas obras das tuas mãos. Quão grandes, Senhor, são as tuas obras! Os teus pensamentos, que profundos!” Salmos 92:4,5

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Facebook
A beleza da natureza testificam as obras das mãos do Criador. Ele trouxe à existência o mundo, juntamente com tudo que nele contém. Deus ama o belo; e, no mundo que Ele nos aparelhou, não somente nos deu tudo que é necessário para nosso conforto, como também encheu de beleza os céus e a Terra. “Em ti esperam os olhos de todos, e tu, a seu tempo, lhes dás o alimento. Abres a mão e satisfazes de benevolência a todo vivente. Justo é o Senhor em todos os seus caminhos, benigno em todas as suas obras”. Salmos 145.15-17 Contemplai as…

Visão Geral de Comentários

Avaliação do Usuário: Seja o primeiro !
0

Comentar